pet

Gato pode dormir com o tutor ou esse hábito é ruim?

Tempo de leitura: 4 minutos

Existe coisa mais aconchegante que dar e receber carinho dos pets? Isso inclui dormir com eles. No entanto, ainda existem muitas pessoas que se perguntam se gato pode dormir com o tutor. Entenda se pode haver algum perigo nesse hábito.

dois gatos dormindo no sofá.

É quase impossível manter o bichano longe da cama humana. Afinal, o colchão fofinho e as cobertas quentinhas são muito atrativas para o pet. A não ser que você feche a porta, ao se deitar, vai ter sempre companhia! Para entender se gato pode dormir com o tutor, continue nos acompanhando!

O que significa o gato querer dormir com você?

Se você está se perguntando “por que meu gato dorme comigo?”, saiba que o motivo é a confiança. Então, parabéns, pois ele se sente totalmente à vontade com você!

Gatos são desconfiados por natureza. No entanto, quando estão totalmente relaxados a ponto de dividir o espaço, significa que confiam muito na companhia, além de respeitá-la e apreciá-la.

Quais são os riscos ao dormir com o gato?

Apesar da companhia do peludo ser muito gostosa na hora de dormir, para afirmar que o gato pode dormir com o tutor, é preciso se certificar que não existem riscos para a saúde. Para tanto, se atente às doenças que ele pode transmitir. Preparamos uma lista para você as identificar.

Micose

As micoses são doenças fúngicas que afetam a pele dos gatos e dos humanos. São de fácil transmissão pelo contato direto com o gato doente ou o portador do fungo. Por isso, para afirmar que pode dormir com gato, fique atento aos sinais.

Dermatofitose

É a doença causada pelo fungo Microsporum canis. Ele se alimenta da pele e dos pelos do hospedeiro, por isso o felino apresenta regiões do corpo sem pelagem. Essas lesões são circulares e avermelhadas. A pele pode descamar ou ressecar.

De início, nos felinos, essas feridas não coçam, a não ser que ocorra uma infecção bacteriana secundária aos fungos. No entanto, as pessoas que têm a enfermidade relatam muita coceira nas lesões.

Mas, mesmo se você observar essas feridas na pele do gatinho, saiba que não é perigoso dormir com gato. Essa doença não é grave. O tratamento é muito fácil. Leve o bichano para uma consulta com veterinário e faça o tratamento para voltar a dormir com segurança.

gatos dormindo juntos.

Esporotricose

A esporotricose é outra enfermidade causada por fungos, mais precisamente o Sporothrix sp. Afeta animais que têm acesso à rua ou aos terrenos com matéria orgânica, como madeiras em decomposição.

As lesões se parecem com feridas por brigas, na cabeça e ao redor do focinho. No entanto, não cicatrizam e tendem a piorar muito. Começam pequenas e avermelhadas, com secreção sanguinolenta, mas evoluem para feridas profundas, com secreção purulenta e muitas crostas.

Ao ver essas feridas no bichano, a afirmação de gato pode dormir com o tutor não vale! Essa zoonose é grave, por isso a recomendação é que o gato infectado seja isolado e tratado com luvas para proteção do tutor.

Sarna

A sarna é bastante conhecida, mas alguns tutores ainda são pegos de surpresa com o diagnóstico da doença em si ou no animal. O gato dormindo na cama facilmente transmite o ácaro causador da doença para a família humana e demais animais da casa.

As lesões da sarna nos gatos podem ser um pouco diferentes dos cães. Iniciam-se na cabeça e nas pontas das orelhas, com muitas crostas e coceira. Humanos com sarna também relatam muita coceira, que piora logo após tomarem banho com água quente.

Giardíase

A giardíase é uma doença gastrointestinal causada pelo protozoário Giardia sp. É mais grave em filhotes e jovens adultos. Provoca diarreia, vômitos, desidratação, perda de peso e letargia. No entanto, alguns gatos podem portar o protozoário sem apresentar sintomas.

O tratamento deve ser iniciado quanto antes. Assim, a chance de transmissão às pessoas é menor. Dormir com gato não faz mal nessa condição pois só pode ser transmitida por contato oro-fecal. Ainda assim, siga à risca as recomendações do veterinário e realize a limpeza do ambiente diariamente com desinfetantes próprios.

Equinococose

A equinococose é uma verminose causada pela tênia Echinococcus granulosus. A transmissão também ocorre por contato oro-fecal. Então, não há problemas caso você queira dormir junto do seu amiguinho.

Dipilidiose

Essa doença também é transmitida ao gato pela ingestão de pulgas contaminadas. Ele deve receber tratamento para a verminose, mesmo sem sintomas (perda de peso, diarreia e atraso no crescimento dos filhotes). Em humanos, a transmissão também é exclusivamente oro-fecal.

O gato pode dormir com o tutor, desde que esteja saudável. Fique atento aos sinais e, se precisar de uma consulta, saiba que temos atendimento veterinário nas lojas da Petz. Venha nos conhecer!

Foto Pets

Source link

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *